Chá Verde Mitos e Verdades Shizen Porodutos Naturais

E o chá verde? Confira mitos e verdades sobre o chá verde.

Com a promessa de emagrecer, ele virou febre no Brasil, mas você sabe como o chá verde deve ser consumido para ter o efeito esperado? A seguir, a nutricionista e personal diet Karla Oliveira explica responde aos principais mitos e verdades sobre a bebida.

 

O consumo de chá verde pode ajudar na perda de peso

Verdade. Os flavonóides presentes no chá verde possuem a capacidade de atuar sobre o sistema nervoso simpático, que regula a queima de gorduras. A bebida aumenta a queima de calorias, previne o depósito de gorduras no organismo e regula o peso corporal. 

O chá verde não deve ser adoçado

Parcialmente verdade. Não é recomendado utilizar açúcar branco ou adoçante sintético para adoçar qualquer tipo de chá, mas o mel pode ser uma boa alternativa para quem não consegue consumir a bebida ao natural. 

Beber chá verde é o mesmo que consumir água

Mito. Além da cafeína, o chá verde contém outras substâncias benéficas para o organismo. A bebida é rica em aminoácidos, vitaminas B, E, C, cálcio, magnésio, zinco, potássio e ferro, além de flavonóides, que fazem bem para circulação sanguínea. 

Só deve beber chá verde quem quer emagrecer

Mito. Estudos já mostraram que o consumo regular do chá verde pode fazer bem à saúde. Pesquisas apontam que a bebida tem influência positiva no tratamento de inflamações e tumores, evita a hipoglicemia e o entupimento das artérias. 

Não existem contraindicações para o consumo de chá verde

Mito. Pessoas portadoras de doenças cardíacas, hipertensos e grávidas não devem consumir o chá verde. A bebida possui alta concentração de teofilina, que é um potente vasoconstrictor, e pode promover o aumento da pressão arterial, levando a frequências cardíacas irregulares, conhecidas como arritmias.

Uma xícara de chá verde junto às refeições é o suficiente para a perda de peso

Mito. Segundo pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, o chá verde tem o poder de aumentar em 4% a queima de gordura corporal em indivíduos que ingerem a quantidade estipulada pela American Dietetic Association (ADA): 4 a 7 xícaras diárias. 

Os chás de saquinho e o efervescente são eficientes como a erva natural

Verdade. Os chás de saquinho ou na versão efervescente possuem as mesmas substâncias provenientes das folhas da erva Camelia sinensis, mas em concentrações diferentes da erva natural, que é mais poderosa. Procure adquirir produtos feitos a partir de folhas frescas, que possuem maior potencial de ação.

A ação da bebida no organismo não tem relação com a sua forma de preparo

Mito. A melhor forma de preparar o chá à base de ervas naturais é na proporção de 1 grama de folhas para 100 ml de água. Deixe em infusão por cinco minutos, em uma temperatura alta, em torno de 80°C. Para aproveitar todas as suas propriedades benéficas, recomenda-se ingerir a bebida, no máximo, 15 minutos após o preparo. 

Para emagrecer, posso beber chá verde o dia todo

Parcialmente verdade. Rico em cafeína, o chá pode interferir na qualidade do sono, principalmente, no caso de pessoas que já apresentam tendência para insônia. Considerada uma bebida estimulante, ela não deve ser consumida à noite. 

 

Fonte: GNT

Brigadeiro detox, aprenda a fazer | Shizen Produtos Naturais

Brigadeiro detox, aprenda a fazer

A dieta detox da Bruna Marquezine fez a atriz secar 3 kg em apenas uma semana. E o mais incrível: sem abrir mão dos doces. Para isso, ela procurou Carol Stofella, dona do spa Detox Hayat, que criou uma alimentação que permitia comer sobremesas especiais e revelou esses truques ao Ego. Entre os doces permitidos está um brigadeiro natural que não engorda. Saiba como ele é feito!

Receita de brigadeiro da Bruna Marquezine

Ingredientes

  • 300 gramas de ameixas pretas desidratadas e sem caroço
  • 3 colheres de (sopa) de óleo de coco
  • 6 colheres de (sopa) de cacau em pó
  • Mel (o mínimo possível, porque as ameixas já são doces)
  • 1 xícara e ½ de água filtrada/mineral ou de leite de amêndoas
  • 3 colheres de biomassa de banana verde (cozinhar as bananas verdes, sem a casca, e bater no liquidificador, ainda quente, com um pouquinho de água)

Modo de preparo

Hidratar bem as ameixas deixando de molho em um pouco de água. Enquanto isso, coloque a água ou o leite de amêndoa para ferver. Assim que esquentar, adicione as ameixas. Depois, bata no liquidificador ou processador todos os ingredientes, deixando o cacau em pó e o mel por último. Quando estiver homogêneo, coloque em um recipiente de vidro e tampe. Leve à geladeira por alguns minutos, se quiser que fique mais firme. Está pronto! Uma opção é servir com morangos, bananas cozidas ou abacaxi ao forno.

 

Fonte: bolsademulher.com

Benefícios do leite de soja

Benefícios do leite de soja

O leite de soja é rico em proteínas, fibras, vitaminas do complexo B e ainda possui alguma concentração de cálcio, porém, ele só deve ser utilizado como substituto do leite de vaca para bebês e crianças sob orientação do médico ou do nutricionista.

O leite de soja é livre de colesterol e tem menos gordura do que o leite de vaca, sendo muito benéfico para a saúde, mas o leite de vaca pode ainda ser substituído por leite ou bebidas de arroz, de aveia ou de amêndoas, caso o indivíduo apresente alergia à proteína do leite de vaca ou de cabra ou intolerância à lactose.

Benefícios do leite de soja

  • Efeitos positivos na prevenção do câncer. Devido à presença de substâncias como as isoflavonas da soja e os inibidores da protease.
  • Diminuição do risco de doenças do coração.
  • Combater a osteoporose.
  • Ajuda a controlar o colesterol alto e a diabetes. 

Malefícios do leite de soja
Os malefícios do leite de soja para a saúde, são minimizados quando o produto é devidamente industrializado, mas não são totalmente excluídos e, por isso, o seu consumo deve ser feito com cautela, pois as bebidas de soja contêm antinutrientes que diminuem a capacidade do organismo de absorver alguns nutrientes, como minerais e alguns aminoácidos.

Crianças e bebês só devem tomar leite, suco de soja ou qualquer outro alimento à base de soja sob orientação médica, pois a soja pode ter um efeito negativo sobre o desenvolvimento hormonal das crianças e isto pode levar à puberdade precoce e outras alterações hormonais importantes, além disso, ele não contém colesterol, uma substância essencial para o desenvolvimento adequado do cérebro e do sistema nervoso central das crianças.

Cada embalagem de bebidas de soja dura em média 3 dias, se ela ficar sempre dentro da geladeira e, por isso, não se deve consumi-la após este prazo.

 

 

Fonte: tuasaude.com

Shizen Day 303 | Shizen Produtos Naturais

Shizen Day 303 Sudoeste

O Shizen Day 303 Sudoeste aconteceu no último sábado, 18 de outubro, e foi um sucesso!

O evento foi elaborado com degustações de produtos sem glúten e sem lactose e dicas para uma alimentação mais pratica e nutritiva. Também aconteceu o sorteio de brindes e cesta de produtos.

 

Confira fotos do evento:

12 alimentos que você deve comer todos os dias | Shizen Produtos Naturais

12 alimentos que você deve comer todos os dias

Confira a lista para facilitar a inclusão na sua vida de uma dieta saudável e rica em nutrientes fundamentais para a saúde

A alimentação se tornou uma grande preocupação da humanidade nas últimas três décadas. Com a nova onda fitness, propagada também na internet por blogueiras, fazer exercícios físicos com frequência e manter uma dieta rigorosa se tornou mais que um simples interesse em manter um corpo bonito, virou um estilo de vida.

Não é preciso ser tão rígida quanto as musas do mundo da malhação, mas é possível aprender com elas que com determinação é possível mudar a alimentação para melhor, deixando para trás as frituras, gorduras e tudo o que faz mal em exagero. Investir em legumes, verduras e frutas é a chave para uma vida mais saudável e uma dieta rica em nutrientes.

E encontrar alimentos que devem ser ingeridos todos os dias é mais fácil do que se imagina. É só ir ao supermercado ou à feira do eu bairro que você encontrará todos os nutrientes de que precisa para viver bem. E engana-se quem pensa que uma boa dieta custa caro.

A nutricionista Sabrina Lopes confirma que não é preciso ter muito dinheiro para comer melhor. “Se alimentar bem não custa caro, os alimentos básicos como arroz, feijão, frangos, peixes, verduras, legumes, frutas e ovos são os principais produtos saudáveis que devemos incluir na nossa dieta, e são encontrados com preços bem acessíveis”.

Quer começar a se alimentar melhor agora mesmo? Então veja a seguir as dicas das nutricionistas Sabrina Lopes e Fernanda Machado Soares sobre quais alimentos deveriam ser ingeridos todos os dias.

1. Água

O consumo diário deve ser de 2L de água ou de 8 copos do líquido. A ingestão ajuda na hidratação do corpo, na eliminação de toxinas e funcionamento do intestino. Se você ainda tem dificuldade de se lembrar de beber água durante o dia, deixe sempre uma garrafa do tipo squeeze do seu lado e quando acabar, pegue mais água.

Há também aplicativos de celular que emitem alertas para ingerir o líquido com mais frequência.O app Beba Água Alarme está disponível para Android de forma gratuita na Play Store.

2. Água de coco

Um copo de 200ml de água de coco natural oferece 500 mg de potássio, 200 mg de sódio e apenas 44Kcal. Esse líquido é riquíssimo em vitamina C, e atua como um repositor de substâncias eliminadas através do suor e da urina. É um excelente hidratante, mas deve ser consumido com cautela por pessoas que sofram de pressão alta ou problemas renais.

3. Azeite de oliva extra-virgem

Embora seja muito calórico, o azeite é um grande aliando se consumido com cuidado. O ideal é consumir uma colher de sopa no almoço e outra no jantar. O óleo oferece ainda quatro vitaminas consideradas fundamentais, A, D, E e K.

Além da função antioxidante, que combate o envelhecimento celular e os danos causados pela poluição e estresse, ele protege o coração de infartos e o cérebro, de derrames. Um estudo americano apontou o azeite como analgésico natural e anti-inflamatório, onde 50g do óleo, equivalem a 1 décimo da dose de ibuprofeno.

4. Iogurte

O iogurte é um ótimo alimento para ser consumido em jejum pela manhã. Fonte de bactérias benéficas a saúde do intestino, além de melhorar o trânsito intestinal, o alimento também reforça a imunidade. Rico em proteína e em cálcio, esse derivado do leite contribui para saúde óssea e firmeza da pele.

5. Aveia

Um dos primeiros alimentos a receber o título de funcional, a aveia fornece substâncias essenciais ao organismo. É uma alternativa saudável para quem deseja reduzir colesterol e os níveis de açúcar no sangue. O ideal é consumir 3 colheres de sopa de aveia em flocos ao longo do dia.

O alimento contém uma fibra chamada betaglucana, que após fermentar no intestino grosso, é responsável por moléculas que atuam no combate a micro-organismos nocivos a saúde. Também é rica em zinco e silício, elementos que auxiliam noaumento da imunidade do corpo, na formação de espermatozoides saudáveis e na produção de colágeno.

6. Castanha-do-Pará

A castanha do Pará ou castanha do Brasil é uma oleaginosa riquíssima em selênio, ou seja, um mineral que além de atuar como forte antioxidante, também melhora a saúde da tireóide. Contêm bastante vitamina E, cálcio e magnésio, sendo indicada para prevenir doenças ósseas, articulares e musculares. Deve se consumir no máximo 3 unidades ao dia.

7. Cenoura

A cenoura possui betacaroteno, um elemento que se transforma em vitamina A no organismo. Ela é também importante para manter o intestino funcionando por seu alto teor de água, a cada 100 g de cenoura, 92 g são de água. Por isso e por conter vitamina A, ajuda também o fígado a limpar as toxinas do corpo, a prevenir doenças relacionadas aos olhos e a estimular o sistema imunológico. Os betacarotenos auxiliam ainda a manter o bronzeado e a beleza dos cabelos.

8. Pães e massas integrais

A massa integral costuma ser feita com a farinha deste tipo, por isso é melhor do que a massa feita de farinha branca. O maior benefício é que os grãos incluídos nestes alimentos possuem fibras, que dão uma sensação maior de saciedade ao cérebro. Elas evitam a sensação constante de fome ou a necessidade de comer mais do que o indicado. Antes de comprar, analise bem o rótulo do produto para saber se ele é mesmo integral e cumpre o que promete.

9. Carnes magras

Não é porque você deseja emagrecer ou manter uma alimentação saudável que precisa retirar a carne – até mesmo a carne vermelha – da sua dieta. Segundo a nutricionista Sabrina, a carne magra é uma ótima opção, pois é fonte de proteínas, ferro e vitamina B12, que é fundamental para a formação das células vermelhas do sangue.

Carnes magras são aquelas que possuem os menores teores de gordura. Entre as vermelhas, as mais magras são as que não possuem capa de gordura ou que são facilmente retiradas como: lagarto, filé mignon, coxão duro, coxão mole, alcatra, patinho, músculo e maminha. Ao preparar, prefira cozinhar, assar ou grelhar com pouco sal. Assim, você evita a fritura e continua com uma alimentação saudável.

10. Peixe

Dentre as carnes magras, o peixe é uma das melhores. E consumi-lo com frequência também é uma ótima dica, peixes são boas fontes de vitamina B12, ferro, cálcio e ômega 3. Ômega 3 é uma gordura que os peixes carregam, que faz bem, pois aumenta o colesterol bom. Eles ajudam também a prevenir doenças cardiovasculares. A sardinha, o peixe filhote e a pescada amarela são alguns dos mais contém este elemento tão importante. As melhores maneiras de consumo dos peixe são: grelhados, cozidos ou assados.

11. Frutas cítricas

São muitas as opções de frutas cítricas disponíveis no mercado, entre elas estão: laranja, limão, tangerina, abacaxi, romã, jabuticaba, lima e muitas outras. O melhor motivo para comer ao menos uma fruta cítrica por dia é a quantidade de vitamina C que elas carregam.

A vitamina não é capaz de curar doenças, como muitos pensam, e sim de fortalecer o sistema imunológico. Ela também auxilia na absorção, do ferro, algo importante para evitar a anemia. Além disso, as frutas possuem fibras até mesmo na parte branca do alimento.

Possuem também antioxidantes, que são fundamentais para combater a ação do envelhecimento. Ou seja, as frutas cítricas oferecem muitos benefícios e para a nutricionista Sabrina Lopes, o ideal é consumir pelo menos uma por dia.

12. Vegetais verde-escuros

Vegetais como espinafre, agrião e couve são fundamentais para a dieta diária das pessoas.

Espinafre: o espinafre, por exemplo, é fornecedor de ferro, fósforo, cálcio e vitaminas A e B. Ele faz bem inclusive para diminuir e controlar a pressão arterial, minimizar a acne e aumentar a imunidade.

Agrião: rico em vitamina B, é o tipo de alimento que ajuda a aliviar a TPM, o estresse e a depressão. Por também possuir vitamina A, faz bem para a pele, olhos, cabelos e unhas. Tem também vitamina K, que ajuda na formação e fortalece os ossos.

Couve: além de possuir as mesmas vitaminas que o agrião e o espinafre, a couve possui também o poder anti-inflamatório e contém magnésio, um aliado para fixar o cálcio no corpo, poder este que o leite de vaca não possui, embora também carregue os elementos citados anteriormente. O magnésio ainda controla a pressão arterial e a ação dos hormônios.

Por que se preocupar com a alimentação?

Além de manter um peso saudável, com uma dieta balanceada, a mulher trabalha a saúde de dentro para fora. Assim fica mais fácil evitar doenças ligadas à má alimentação, que prejudicam tanto o lado físico como o mental.

Obesidade, diabetes, hipertensão, colesterol alto, bulimia e anorexia são apenas algumas das enfermidades ligadas à maneira como as pessoas se alimentam. Mas a maioria delas pode ser evitada ou ao menos controlada comendo os alimentos certos.

A nutricionista Sabrina Lopes explica quais as maiores vantagens de ter uma alimentação correta: “Uma nutrição adequada é capaz de trazer inúmeros benefícios como: diminuir do estresse e ansiedade, prevenir o desenvolvimento de doenças crônicas como diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares, evitar o ganho de peso, auxiliar no combate de doenças e também contribuir no desenvolvimento de todas as etapas da vida como gestação, infância, adolescência e envelhecimento”.

Além de se sentir mais disposta e de ficar com a saúde em dia, ao se alimentar bem o corpo sente as mudanças. O cabelo fica mais brilhante e sedoso, as unhas mais fortes e menos quebradiças. Mas como seguir uma dieta saudável com as obrigações do cotidiano?

De acordo com Sabrina, a jornada dupla não impede que a mulher moderna se alimente bem. “Basta ter um pouco de planejamento e disciplina no início para se reeducar. Quando nos alimentamos mal, a primeira coisa que alegamos é falta de tempo, porém hoje em dia encontrar alimentos saudáveis e práticos esta cada vez mais fácil”, sugere a especialista. Organizar-se e procurar uma nutricionista é o primeiro passo para quem quer seguir uma dieta balanceada.

Comer de três em três horas é uma boa sugestão para quem precisa mudar. Assim o metabolismo acelera, pois está sempre precisando processar os alimentos que são recebidos pelo organismo. O intestino também funciona melhor e a ingestão de alimentos acaba sendo em pequenas quantidades, já que a sensação de fome demora mais para aparecer.

Levar lanchinhos livres de gorduras, frituras e com pouco açúcar na bolsa também é uma forma de evitar sentir fome e correr para a lanchonete mais próxima. Podem ser frutas, iogurte integral ou barrinhas de cereais.

Comendo melhor e ingerindo alimentos que fazem bem para a saúde, você ainda pode incentivar seus filhos a comer melhor. Crianças costumam ser influenciadas e até a copiar os pais, por isso ao consumir este tipo de alimento seus filhos aprendem de que maneira devem comer.

Com todas estas informações, você já sabe os alimentos que são fundamentais para a sua saúde e que não custa caro comer bem. Verduras, frutas e legumes são encontrados com facilidade e com estas orientações você já saberá exatamente o que colocar na sua lista de compras! Agora é só correr para o mercado e colocar em prática a sua nova dieta incluindo os alimentos do bem.

 

 

Fonte: dicasdemulher.com.br

Alove Vera e seus Beneficios Shizen Produtos Naturais

Os 12 Benefícios da Aloe Vera Para Saúde

A Aloe Vera é uma planta única e bonita, com folhas suculentas texturizados. Aloe Vera é amplamente utilizado e é conhecido por trazer muitos benefícios medicinais e cosméticos. O Suco de Aloe Vera é aplicado diretamente sobre cortes e feridas por causa de suas propriedades curativas e é consumida para melhorar a imunidade do corpo. Então, Leia mais sobre os benefícios nutricionais da Aloe Vera para saúde.

Aloe Vera contém principalmente água (cerca de 95%) e é uma fonte de uma grande variedade de produtos químicos úteis. O Suco de Aloe vera é uma boa fonte de Vitamina A, Vitamina C, Vitamina D, Vitamina B1 e Vitamina B2. Além dos minerais que atuam como electrólitos no corpo.

 

  • Benefícios da Aloe Vera Para Pele: A Aloe Vera é muito usado em vários produtos cosméticos. Aloe Vera podem ser aplicada quando ocorrer queimaduras de sol ou quando há um surto de espinhas. O Suco de Aloe Vera ajuda a matar as bactérias e seca a espinha. Ela também ajuda no rejuvenescimento da pele e reduz o envelhecimento e as rugas. Também podem ser aplicada a diversos cortes, queimaduras, feridas e irritações da pele. Além disso, o Aloe Vera também podem ser aplicado sobre a pele antes da exposição ao sol, pois ajuda na prevenção de raios nocivos entrem na pele. 
  • Benefícios da Aloe Vera Para o Cabelo: A Aloe Vera Mostrou-se ser eficaz em promover o crescimento do cabelo. O gel da Aloe Vera podem ser aplicado em áreas calvas para recuperar o cabelo perdido. Enzimas proteolíticas ajudam na remoção de pele morta do couro cabeludo, permitindo, assim, os nutrientes entrar. Além disso, A Aloe Vera podem ser aplicada para evitar a secura e ainda ajuda no condicionamento do couro cabeludo. A Composição do extrato de Aloe Vera é um pouco semelhante à queratina, que é o bloco de construção do cabelo. Vários aminoácidos de Aloe Vera também nutrir a qualidade do cabelo e o crescimento.
  • Benefícios da Aloe Vera Contra o Câncer: O Aloe Vera contém polissacáridos que ajudam no combate à produção de células de câncer no corpo. Ela provoca a produção de óxido nítrico, Estudos mostrou que ele reduzir tumores. Manana acetilada é também encontrada em Aloe Vera, que possui propriedades anti-câncer.
  • Aloe Vera Melhora a Digestão: Suco de Aloe Vera e seu gel ajuda na eliminação de toxinas do corpo. Devido às suas propriedades laxativas, eles podem ajudar contra a prisão de ventre. Além disso, ela podem impedir significativamente vários distúrbios gastrointestinais e neutraliza o ácido alcalino no corpo. É, portanto, útil contra úlceras do estômago e outros problemas relacionados. 
  • Aloe Vera Reduz a Pressão Arterial: Aloe Vera ajuda na dilatação dos capilares, aumenta a circulação e, portanto, proporciona um fluxo adequado de sangue. Adaptogen é um composto da Aloe Vera, que ajuda a combater e reduzir o estresse. Além disso, Aloe Veraé uma rica fonte de Vitamina C que fortalece as artérias e veias.
  •  Aloe Vera reduz o nível de açúcar e Diabetes: A Aloe Vera por ser uma fonte de anti-oxidante, ajuda no controlo do nível de açúcar no organismo. Suco de Aloe Vera ajuda na limitação da absorção de insulina no corpo. Devido ao seu elevado teor de fibras e na presença de polissacáridos e glicoproteínas, que permite uma melhor utilização da glicose no corpo.
  •  Aloe Vera Reduz o colesterol: Como mencionado anteriormente, Aloe Vera é uma boa fonte de antioxidantes, que é bastante útil contra o colesterol e vários problemas relacionados com o coração. A superóxido-dismutase é um antioxidante encontrado na Aloe Vera que ajuda na proteção contra a oxidação por radicais livres. Os antioxidantes ajudam a reduzir o acúmulo de colesterol nas paredes das artérias.
  • Aloe Vera tem propriedades anti-inflamatórias: Os ácidos gordos no Aloe Vera ajuda no combate à inflamação em várias partes do corpo. O gel de Aloe Vera ou seu extrato de folha pode ser aplicado diretamente sobre os tecidos ou cortes e feridas. Aloe Vera atua como um agente anti-inflamatório, uma vez que é uma fonte de ácido salicílico e salicilatos. Eles ajudam na prevenção da produção de hormônios chamados prostaglandinas.

 

 Outros Benefícios da Aloe Vera

  • Os benefícios da Aloe Vera incluem para problemas respiratórios, tais como a gripe, tosse, bronquite e herpes.
  • O consumo do suco de Aloe Vera é muito benefico para a saúde da boca, pois ajuda no fortalecimento dos dentes e gengivas.
  • O Aloe Vera ajuda a fortalece a imunidade pois é Rico em vários aminoácidos e minerais, tais como zinco, cálcio, manganês, cobre e ferro.
  • A Aloe Vera atua como um composto alcalino e equilibra a produção de ácido em excesso no corpo e normaliza nível de pH do sangue.

Fonte: SaudeDica

Hamburguer de Quinoa | Shizen Produtos Naturais

Hambúrguer de Quinoa

Quando pensamos em hambúrguer, logo vem a cabeça todas aquelas indesejadas calorias a mais certo?

Para mudar essa mentalidade, veja essa deliciosa e saudável receita de hambúrguer de Quinoa!

Rende: 4 porções 

Tempo de preparo: 40-50 minutos

Ingredientes 
100 g de quinoa em grãos 
½ col. (chá) de sal 
3 raízes de cebolinha 
1 pimenta-dedo-de-moça 
½ xíc. (chá) de manjericão fresco 
¾ de xíc. (chá) de salsinha 
Folhinhas de tomilho 
3 col. (sopa) de azeite extravirgem 
2 col. (sopa) de farinha de mandioca 

Modo de preparo 
Lave bem a quinoa e cozinhe somente em água. Adicione o sal depois. Pique as raízes de cebolinha, a pimenta e as ervas. Aqueça bem uma frigideira, coloque o azeite e desligue o fogo. Misture a pimenta e as ervas, envolvendo-as com o azeite. Acrescente a quinua e a farinha e acerte o sal. Molde os hambúrgueres com as mãos em formato de discos. Em uma frigideira aquecida, derreta um pouco de óleo de coco ou azeite e doure os hambúrgueres de ambos os lados.

 

Fonte: BoaForma

Conheça as doenças provocadas pelo excesso de sal no organismo | Shizen Produtos Naturais

Conheça as doenças provocadas pelo excesso de sal no organismo

Hipertensão, cálculo renal, envelhecimento, doenças autoimunes e osteoporose são agravados pelo excesso de sal.

O excesso de sódio – substância que compõe o sal de cozinha – é o típico vilão que, em pele de coadjuvante, atrapalha a vida de muito mocinho sem que eles nem mesmo percebam.Ele está por trás da hipertensão arterial, de pedras nos rins e da insuficiência renal, aumenta as chances das doenças autoimunes, agrava a osteoporose, afeta o paladar e acelera o envelhecimento.

Esses são ótimos motivos para você maneirar no consumo de sódio, que não está apenas no sal branco, mas nos alimentos industrializados, mesmo os doces. De acordo com o angiologista e cirurgião vascular Eduardo Favéro, o ideal é consumir, no máximo, dois gramas de sódio, o que equivale a aproximadamente cinco gramas de sal de cozinha (uma colher de chá), por dia.

Tanto que, na semana passada, o Ministério da Saúde e a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abi) firmaram o quarto acordo, desde 2011, para a redução da quantidade de sódio em alimentos industrializados no país. Segundo estimativas do governo,aproximadamente 11,3 mil toneladas de sódio deixaram de ser adicionadas aos alimentos produzidos pela indústria nacional em dois anos. A meta é que este número chegue a 28,5 mil toneladas. Além disso, esses resultados vão atuar diretamente em outra taxa importante: reduzir a mortalidade prematura, ou seja, de quem tem menos de 70 anos, por doenças crônicas não transmissíveis, em 2% ao ano.

Veja abaixo problemas que você pode ter sem saber que o sal é um dos motivos e entenda quão importante é cortar o excesso de sal de sua vida.

1  Hipertensão

Segundo o estudo Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2012, praticamente um quarto dos brasileiros (24,3%) é hipertenso. Fábio Cardoso, especialista em Medicina Preventiva, explica que o sódio em excesso aumenta a capacidade sanguínea de “puxar” líquidos dos tecidos para o sangue. “O organismo, numa tentativa de preservar o equilíbrio e normalizar a falta de água nas células, aumenta a pressão arterial para tentar ‘irrigar’ melhor os tecidos”. Eduardo Fávero explica que a hipertensão deve ser atestada por um cardiologista. “Na maioria das vezes o controle no consumo de sal é suficiente para reverter os malefícios, porém, após muitos anos de pressão alta já há lesões irreversíveis em alguns órgãos”.

2  Problemas nos rins

Quando o consumo de sódio é muito alto, o rim – responsável por excretar a substância – pode ficar comprometido. “O rim tem uma capacidade limitada para filtrar e excretar o sal. A hipertensão é uma das principais causas de doença renal crônica. Além disso, ingerir muito sal aumenta os riscos de cálculo renal”, diz Fábio.

3  Osteoporose, perda de paladar e doenças autoimunes

De acordo com o especialista em medicina preventiva, “novas pesquisas demonstraram que o sal não somente regula os fluídos corporais e a pressão arterial, mas também afeta o sistema imunológico e a formação e dissolução óssea, além de alterar o paladar”.

4  Envelhecimento

A desidratação celular provocada pelo excesso de sódio é um “tiro no pé para qualquer célula”, segundo Fábio. Ela deixa o metabolismo celular mais lento, até que, eventualmente, ela morre. E isso pode gerar o envelhecimento precoce. 

5  Taxa de mortalidade

De acordo com Fábio Cardoso, uma recente pesquisa publicada no New England Journal of Medicine mostrou que o consumo exagerado de sal aumenta a taxa de mortalidade. “Diminuindo meia colherzinha de chá de sal por dia, aconteceriam 92 mil mortes a menos por ano nos Estados Unidos”. Então, mudar este hábito pode fazer muita diferença. Cuidado com sal, temperos prontos, molhos, congelados, doces industrializados, embutidos e churrascos para não salgar, também, seus planos de viver saudável.

 

 

Fonte: GNT – BemEstar

dica de saúde chá shizen

Razões para beber chá diariamente

 

Apesar de muitas pessoas acharem que o chá deve ser ingerido apenas quando estão doentes, é importante saber que existem inúmeros benefícios para quem consome esta bebida todos os dias. Seja ele verde, preto ou de qualquer outro tipo, o chá pode ser essencial para manter o bom funcionamento do organismo. Quem deseja se manter saudável e com boa disposição pode ter nesta bebida um excelente aliado, inclusive contribuindo para prevenção de doenças.

 O chá ajuda a combater os radicais livres (substâncias responsáveis por danificar nosso DNA) devido a grande quantidade de antioxidantes presentes em sua composição. Mesmo que nosso corpo tenha defesas contra os radicais livres, nem sempre é possível eliminar em 100% destas substâncias do corpo, e aí o chá pode ajudar. Os radicais livres estão associados ao desenvolvimento de doenças com câncer, cardiovasculares, entre outros.

O chá ainda pode contribuir para a prevenção da degeneração neurológica, sendo inclusive eficaz para o tratamento de algumas doenças deste tipo como o Alzheimer. Mesmo que existam diversos fatores que influenciem a saúde do cérebro, os polifenóis contidos no chá, especialmente o verde, pode ajudar a manter o bom funcionamento do órgão, fazendo com que a capacidade de aprendizado e a memória seja afetadas minimamente.

Mas não é apenas para a mente que o chá pode contribuir. Pesquisas realizadas associaram o consumo da bebida a uma maior resistência durante os exercícios físicos, principalmente devido ao antioxidante chamado catequina, encontrada no chá verde. Esta substância aumenta a capacidade do corpo em queimar gordura, atuando ainda como um “combustível” que causa maior capacidade muscular. Além disso, o chá melhora a densidade mineral, o que gera uma melhor saúde dos ossos.

Apesar da cafeína presente no chá, a bebida serve como hidratante, portanto pode ser ingerida em qualquer parte do dia. O consumo frequente trará diversos benefícios para a saúde além dos já citados. Mesmo assim, é importante ter a consciência de que o chá não é uma bebida milagrosa, e sim um complemento benéfico para uma alimentação saudável e a prática assídua de exercícios físicos. Unir estes hábitos positivos com um chá depois do almoço ou antes de dormir pode fazer com que você tenha uma vida com muita saúde e felicidade.

Fonte: Dicadesaúde