Posts

Vantagens dos produtos Sem Lactose - Shizen Produtos Naturais

As vantagens dos produtos zero lactose

Hoje é possível encontrar diversos produtos zero lactose no mercado. Quais suas vantagens e quem pode consumi-los? A lactose é o principal açúcar encontrado no leite e seus derivados e, para ser digerida, necessita da presença da enzima lactase. Um bebê normalmente apresenta grande quantidade desta enzima no intestino para ajudá-lo na digestão do leite materno, mas ela é comumente reduzida após o desmame, o que pode dificultar a digestão da lactose com o avanço da idade. Para que pessoas com baixa produção de enzima lactase possam usufruir dos benefícios dos produtos lácteos, a indústria tem criado cada vez mais produtos na versão zero lactose. Hoje já encontramos, além do leite, opções de queijos, iogurtes e vários derivados com teor reduzido de lactose. Um litro de leite comum apresenta, em média, 4,9g de lactose. Na versão zero lactose, o alimento se torna mais leve e de fácil digestão.

 

Como são elaborados os produtos zero lactose?

Ao contrário do que se pensa, a lactose não é retirada do produto lácteo. Ela passa pelo processo de hidrólise, ou seja, a molécula deste açúcar é quebrada em duas outras moléculas menores, glicose e galactose, com a adição da enzima lactase. Com isso, os produtos zero lactose não perdem as características sensoriais e nutricionais que fazem do leite um alimento tão completo, e apresentam uma melhora de sua digestibilidade, fato que tem chamado a atenção até mesmo de pessoas que não apresentam intolerância à lactose.

 

Vantagens do consumo de lácteos zero lactose

Em qualquer prateleira de alimentos para dietas especiais podemos encontrar rótulos destacando que certos produtos possuem baixo ou nenhum teor de lactose. A sua ausência ou redução é uma vantagem? Os alimentos lácteos estão presentes em quase todas as nossas refeições e são apreciados por crianças e adultos de todas as idades. O diagnóstico de intolerância à lactose não necessita ser interpretado como uma restrição completa de consumo de lácteos. Com a inclusão de produtos zero lactose na dieta é possível eliminar os sintomas de dores abdominais, inchaços, gases e diarreia que tanto incomodam os intolerantes sem perder o prazer de tomar aquele café com leite que tantos gostam.

 

  • Vale sempre lembrar que o leite é um alimento naturalmente rico em proteínas, vitaminas e minerais importantes para o equilíbrio de nosso organismo.

 

 

Fonte: SemLactose

Receita de Pudim Sem Lactose e Sem Glúten | Shizen Produtos Naturais

Receita: Pudim Sem Leite e Sem Glúten

Agora que estamos perto das festividades, gostosuras é o que não falta na mesa não é?
Porém, muito provavelmente as receitas levam o glúten e a lactose, o que dificulta a vida dos que sofrem algum tipo de alergia relacionada a um desses ingredientes. Pensando nisso, hoje trazemos a vocês uma receita deliciosa de Pudim sem leite e sem lactose, confira os ingredientes e as instruções abaixo:

Ingredientes

 

  • 6 ovos
  • 400 ml leite de coco
  • 1 e 1/2 xíc. açúcar comum
  • 1 pitada sal
  • 1 xíc. açúcar mascavo
  • 1/4 xíc. água quente
  • 2 colh. sopa amido de milho opcional – para deixar mais firme

 

Instruções de preparação

 

  1. Coloque o açúcar mascavo em uma forma para pudim com furo no centro, leve ao fogo bem baixo e deixe o açúcar derreter.
  2. Assim que estiver dourado, coloque a água quente com cuidado e mexa. Deixe descansando enquanto coloca o pudim para bater.
  3. Peneire todos os ovos.
  4. Coloque os ovos e o restante dos ingredientes no liquidificador e bata bem.
  5. Despeje na forma e leve para assar (forno médio 180 graus preaquecido) em banho-maria por 1 hora.
  6. Leve a geladeira por pelo menos 4 horas para esfriar. Sirva a seguir.

DICA: Para não ficar mole, asse o tempo suficiente e depois de pronto deixe pelo menos 4h na geladeira (o ideal seria de um dia pro outro), ou se quiser acrescente 2 colh. de amido de milho na receita. Ficará bem firme!

Bom apetite!

Chá Verde Mitos e Verdades Shizen Porodutos Naturais

E o chá verde? Confira mitos e verdades sobre o chá verde.

Com a promessa de emagrecer, ele virou febre no Brasil, mas você sabe como o chá verde deve ser consumido para ter o efeito esperado? A seguir, a nutricionista e personal diet Karla Oliveira explica responde aos principais mitos e verdades sobre a bebida.

 

O consumo de chá verde pode ajudar na perda de peso

Verdade. Os flavonóides presentes no chá verde possuem a capacidade de atuar sobre o sistema nervoso simpático, que regula a queima de gorduras. A bebida aumenta a queima de calorias, previne o depósito de gorduras no organismo e regula o peso corporal. 

O chá verde não deve ser adoçado

Parcialmente verdade. Não é recomendado utilizar açúcar branco ou adoçante sintético para adoçar qualquer tipo de chá, mas o mel pode ser uma boa alternativa para quem não consegue consumir a bebida ao natural. 

Beber chá verde é o mesmo que consumir água

Mito. Além da cafeína, o chá verde contém outras substâncias benéficas para o organismo. A bebida é rica em aminoácidos, vitaminas B, E, C, cálcio, magnésio, zinco, potássio e ferro, além de flavonóides, que fazem bem para circulação sanguínea. 

Só deve beber chá verde quem quer emagrecer

Mito. Estudos já mostraram que o consumo regular do chá verde pode fazer bem à saúde. Pesquisas apontam que a bebida tem influência positiva no tratamento de inflamações e tumores, evita a hipoglicemia e o entupimento das artérias. 

Não existem contraindicações para o consumo de chá verde

Mito. Pessoas portadoras de doenças cardíacas, hipertensos e grávidas não devem consumir o chá verde. A bebida possui alta concentração de teofilina, que é um potente vasoconstrictor, e pode promover o aumento da pressão arterial, levando a frequências cardíacas irregulares, conhecidas como arritmias.

Uma xícara de chá verde junto às refeições é o suficiente para a perda de peso

Mito. Segundo pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, o chá verde tem o poder de aumentar em 4% a queima de gordura corporal em indivíduos que ingerem a quantidade estipulada pela American Dietetic Association (ADA): 4 a 7 xícaras diárias. 

Os chás de saquinho e o efervescente são eficientes como a erva natural

Verdade. Os chás de saquinho ou na versão efervescente possuem as mesmas substâncias provenientes das folhas da erva Camelia sinensis, mas em concentrações diferentes da erva natural, que é mais poderosa. Procure adquirir produtos feitos a partir de folhas frescas, que possuem maior potencial de ação.

A ação da bebida no organismo não tem relação com a sua forma de preparo

Mito. A melhor forma de preparar o chá à base de ervas naturais é na proporção de 1 grama de folhas para 100 ml de água. Deixe em infusão por cinco minutos, em uma temperatura alta, em torno de 80°C. Para aproveitar todas as suas propriedades benéficas, recomenda-se ingerir a bebida, no máximo, 15 minutos após o preparo. 

Para emagrecer, posso beber chá verde o dia todo

Parcialmente verdade. Rico em cafeína, o chá pode interferir na qualidade do sono, principalmente, no caso de pessoas que já apresentam tendência para insônia. Considerada uma bebida estimulante, ela não deve ser consumida à noite. 

 

Fonte: GNT