Posts

Você sabe como ler os rótulos dos alimentos?

No brasil,  a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é o orgão que controla os rótulos dos alimentos. Todo produto precisa apresentar  as informações nutricionais como valor energético, porção, medida caseira e quantidade por porção de carboidratos, proteínas, gorduras, fibras e sódio do alimento.

Porção: É a quantidade média do alimento que deve ser consumida, considerando uma dieta saudável e baseada no  para consumo daquele alimento. Essas  quantidades estipuladas foram definidas por especialistas, levando em consideração o hábito do brasileiro e alimentação saudável. Quando comparar os produtos, lembre-se de comparar a quantidade da porção!

% VD : A sigla significa percentual de valores diários e uma média de consumo calórico para a população brasileira adulta saudável, que é de 2000 kcal. Essa média foi utilizada como referência para os valores diários.

Medida caseira: indica a medida normalmente utilizada pelo consumidor para medir alimentos. É uma quantidade padrão que ajuda bastante a entender e comparar as informações nutricionais, pois  a maioria das pessoas não tem balança em casa para pesar os alimentos. Por exemplo: fatias, unidades, pote, xícaras, copos, colheres de sopa.

Valor energético: é a energia produzida pelo nosso corpo proveniente dos carboidratos, proteínas e gorduras totais  presentes em uma determinada porção de alimento. Nos rótulos,  o valor energético é expresso na forma de quilocalorias (kcal) e quilojoules (kJ).

Ingredientes: 

Os ingredientes dos ingredientes aparecem na ordem de maior quantidade para menor quantidade. Portanto, se procura um item integral, veja se o primeiro ingrediente é realmente a farinha integral. Tenha atenção especial quando o açúcar e as gorduras constarem no topo da lista.

Dicas:

Sempre foque primeiramente na quantidade de gorduras, sódio e fibras do produto. Esses são itens determinantes quando o assunto é qualidade.

Pessoas com restrições alimentares precisam estar ainda mais atentas à composição dos alimentos.

Nada adianta você controlar o sódio de um alimento se for encher de sal no preparo dos outros. Equilibre sua refeição para ter uma vida mais alegre e saudável! 

Mastigação

Você sabe comer corretamente?
Quanto tempo dura a sua refeição?

Essas são perguntas básicas que muitas pessoas não param para refletir. Na eterna busca por saúde e qualidade de vida, as primeiras mudanças (em sua maioria) sempre começam pela alimentação. Mas já parou para pensar em como está a sua mastigação? Quantas vezes você mastiga antes de engolir a comida? Você aprecia o que come?

No corre corre do dia a dia, não se tem tempo para mastigar e nem para apreciar o que estamos comendo.

Alguns fatos:
-A mastigação incorreta causa sobrecarga aos órgãos digestivos, e indigestão. Garanta que a sua digestão comece corretamente.
-Com uma mastigação correta e devagar, é possível se saciar com quantidades menores de comida.
-Mastigação ruim podem causar gases, azia, sonolência pós refeição.

Dicas:
Refeições pequenas: 15 a 20 minutos.
Refeições maiores: 20 a 40 minutos.
Tenha certeza que todo o alimento está triturado antes de engolir.

Deguste, cheire, saboreie e mastigue!

Fontes:
-APCD
-Scielo: Mastigação e dietas alimentares para redução de peso

 

Chá de Hibisco e seus Beneficios | Shizen

Chá de Hibisco e seus benefícios

Encontrada principalmente em regiões tropicais e subtropicais, o Hibisco é muito comum no Brasil. O hibisco é conhecido principalmente pela beleza de suas flores, o que faz com que muitas pessoas desconheçam os benefícios e propriedades medicinais do chá de hibisco, feito a partir da infusão dos cálices da flor da espécie Hibiscus sabdariffa.

Dentre os benefícios mais conhecidos decorrentes do consumo regular do chá de hibisco, destacam-se a diminuição do colesterol LDL (colesterol ruim), redução da pressão arterial, queda do risco de aparecimento de doenças cardíacas, prevenção de constipações e infecções da bexiga, dentre outras inúmeras propriedades. O chá de hibisco também emagrece ao fazer a quebra de amidos e açúcar, além de ser rico em antioxidantes, vitamina C e outros nutrientes essenciais.

O chá de hibisco é geralmente misturado com outros chás de ervas, sobretudo os chás verde, preto e branco, além do chá de rosa-mosqueta (existem mais de 200 variações de hibiscos, sendo que cada espécie conhecida possui uma pequena alteração no sabor do chá). Dentre os principais benefícios à saúde apontados em estudos preliminares referentes aos consumo de chá de hibiscos são elencados:

Reduz a pressão arterial:

Um dos benefícios mais poderosos do hibisco é a sua capacidade para reduzir a pressão arterial. Em um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Tufts, de Boston, ficou sugerido que beber três xícaras de chá de hibisco diariamente reduziu a pressão arterial de pessoas com hipertensão leve e moderada, depois de seis semanas de tratamento. Em outro estudo, conduzido por pesquisadores do Centro de Saúde Natural Bastyr, em Seattle, Washington, beber cerca de 400 gramas do chá por dia durante quatro semanas, reduzia a pressão arterial.

Emagrece: 

Consumir o chá de hibisco ajuda na perda de peso, sobretudo após as refeições, onde o chá vai auxiliar na quebra de amidos e açúcar, contribuindo para o emagrecimento. Além disso, o chá de hibiscos é diurético, elevando a taxa de micção.

Reduz os níveis de colesterol LDL (colesterol ruim) e os riscos de doenças cardíacas:

Um estudo realizado pelo Departamento de Bioquímica Chung Shan Medical University em Taiwan mostrou que o chá diminui os níveis de colesterol LDL e o risco de doença cardíaca. Em outro estudo, publicado pelo Journal of Alternative and Complementary Medicine (Jornal de Medicina Alternativa e Complementar), 60 pacientes com diabetes tipo II foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Um grupo consumiu chá preto, enquanto o outro consumiu chá de hibisco. Os participantes foram orientados a beber quantidades iguais de chá duas vezes ao dia por 30 dias. O grupo de teste que bebeu chá de hibiscos percebeu várias melhorias nos níveis níveis de colesterol. A contagem de colesterol total diminuiu de 236,2 para 218,6 mg dL. O HDL (colesterol bom) aumentou de 48,2 para 56,1 mg/dL, enquanto o LDL (mau colesterol) diminuiu de 137,5 para 128 mg/dL. Os triglicerídeos, um tipo de lípidos, (gorduras) presentes no sangue, responsáveis por cerca de 95% da gordura no corpo, caiu dramaticamente de 246, para 209,2 mg dL. No caso de pessoas sem diabetes, uma quantidade inferior a 150mg/dL é considerada normal, mas não foi prevista para ser alcançada neste estudo, devido à existência da diabetes nos pacientes.

Boa fonte de vitamina C:

O hibisco é uma boa fonte de vitamina C, o que auxilia na prevenção e recuperação de várias doenças. Além disso, a vitamina C aumenta a absorção de ferro, o que é especialmente útil para vegetarianos.

Rico em antioxidantes:

O chá de hibisco é rico em antioxidantes, responsáveis por combaterem os radicais livres, agentes causadores de envelhecimento e de várias doenças, como o câncer. Uma dieta rica em antioxidantes pode não só melhorar a saúde, mas também estender a vida útil. As flores do hibisco possuem diferentes fitoquímicos que dão a mesma a coloração vermelha-escura, além de uma grande quantidade de antioxidantes, que além de prevenirem o aparecimento de câncer, também melhoram as funções cardíacos, o fluxo de sangue, flexibilidade de vasos sanguíneos, dentre outros benefícios para o corpo.

Fonte: www.plantasmedicinaisefitoterapia.com

Conheça os poderes dos pozinhos mágicos na nossa alimentação | Shizen Produtos Naturais

‘Pozinhos mágicos’: Conheça os poderes da maca peruana, matchá, spirulina

Os pozinhos mágicos! Veja o que acrescentar na alimentação para cuidar da beleza e da saúde da melhor maneira.
 
 
 

Matchá

Muito tem se falado em matchá. Poderia ser um chá, não fosse seu processo de produção: a planta Camellia Sinensis é moída lentamente por um moinho de pedras até ser reduzida a um pó bem fininho.
“O vegetal produz clorofila, aminoácidos e l-teanina, substâncias que ajudam a dissolver a gordura e a eliminá-la rapidamente. Além disso, os flavonoides e cafeína encontrados na planta aceleram o metabolismo e, por isso, contribuem para o emagrecimento”, explica o endocrinologista Alfredo Cury. Outro benefício, segundo ele, é que o matchá ajuda na recuperação muscular e, por isso, é muito indicado para quem pratica atividades físicas regularmente.
 
Como usar: pode ser adicionado a massas de bolos e tortas, frutas, shakes e sucos. O consumo recomendado é de 15 a 20g por dia (até 4 colheres de sopa, em média)
 
 

Spirulina

A spirulina é uma alga microscópica de cor verde azulada, rica em nutrientes. Ela contém proteínas de alto valor biológico; minerais como fósforo, potássio e cálcio; altas doses de betacaroteno; vitamina E e vitaminas do complexo B.

“Os principais benefícios são o auxílio na redução do colesterol, o estímulo da liberação de substâncias que controlam a saciedade, a ajuda na redução dos níveis de glicemia e naeliminação de toxinas acumuladas”, explica a nutricionista Karen Schlösser.

Como usar: Tem gosto forte, a especialista aponta. Mas, com tantos benefícios e em tão pouca quantidade necessária, vale tentar! Uma colher de chá em sucos ou até duas colheres de sopa em receitas mais adocicadas, como bolos, cookies ou shakes, são suficientes.

 
 

Colágeno hidrolisado

O colágeno hidrolisado é um pó constituído por proteína, minerais e vitaminas. É livre de gorduras e sem adição de açúcares. “O colágeno é uma proteína essencial para a saúde da pele e das articulações. Conforme envelhecemos, a produção dessa proteína diminui, por isso a reposição pode ser necessária”, explica Karen.

Como usar: Possui sabor neutro e pode ser adicionado em qualquer preparação, sem alterar o sabor (sucos, iogurtes ou na água pura mesmo)

 
 

Farinha de semente de uva

Riquíssimo em polifenóis e antocianinas, substâncias que neutralizam os radicais livres, devido à sua potente ação antioxidante, a farinha de semente de uva combate o envelhecimento precoce das células e do organismo.

Como usar: Em sucos, shakes, bolos, pães ou misturado ao azeite de oliva para uso em saladas.

 
 

Maca peruana

Rica em nutrientes como carboidratos, fibras, aminoácidos, vitaminas, minerais e gorduras essenciais (ômega 3 e ômega 9), a Maca Peruana aumenta a disposição do corpo e tem poder revigorante, devido às altas concentrações de ferro.

“Também reequilibra os níveis de testosterona, por isso, é ótima para quem deseja mais força nas atividades físicas; melhora o desempenho sexual (aumenta a lubrificação vaginal e a libido em ambos os sexos) e é usada no tratamento de disfunções sexuais e aumento de fertilidade”, ensina Karen,

Como usar: Consumir 2 colheres de sopa (10g) de farinha de maca ao dia. Pode ser adicionada em sucos, vitaminas, iogurtes e outras receitas de sua preferência.

 

Farinha de berinjela

A farinha de berinjela contém os nutrientes em que o vegetal é rico, como vitamina B3 e vitamina C e é altamente rica em fibras.”Reduz a absorção de colesterol e de gordura. A farinha também aumenta a saciedade e melhora a absorção de nutrientes. É uma boa opção para quem deseja emagrecer”, aponta Karen.
 
Como usar: Consumir duas colheres de sopa (10g) por dia. Pode ser adicionada em sucos, por cima de saladas, vitaminas, iogurtes e outras receitas de sua preferência.
 
 
 
Fonte: gnt
 
Óleo de Coco para diminuir a gordura abdominal | Shizen Produtos Naturais

Óleo de coco para diminuir a gordura abdominal

O óleo de coco é uma das substâncias mais comentadas do momento entre as alternativas naturais para acelerar o emagrecimento. Quando se fala em óleo, a ideia que se tem é de algo prejudicial à saúde. No entanto, esse óleo é obtido por meio de um processo de fermentação do coco maduro (fresco ou seco) que evita a oxidação dele e, consequentemente, a produção do LDL, o colesterol ruim. Dessa forma, o óleo de coco se torna altamente benéfico para a saúde, pois previne doenças, promove a sensação de bem-estar e ainda dá uma ajudinha para quem quer perder peso.

Por que o óleo de coco ajuda a emagrecer?

O óleo de coco é rico em triglicérides de cadeia média, substâncias que favorecem o rápido esvaziamento do estômago e absorção pelo sistema intestinal. No fígado, estes triglicerídeos se transformam rapidamente em energia e não se depositam no organismo.

Por isso ele é considerado termogênico, ou seja, capaz de elevar o gasto energético do organismo e gerar calor, o que aumenta a sensação de saciedade e queima calorias. Além disso, o consumo do óleo de coco gera saciedade, reduz o apetite e contribui para o emagrecimento e para a redução da gordura abdominal.

Outros benefícios do óleo de coco

Incluir o óleo de coco na alimentação ajuda a emagrecer, mas seus benefícios não param por aí. O alimento é rico em ácido fenólico, uma substância antioxidante que favorece a circulação sanguínea, reduz os níveis de colesterol e triglicérides, prevenindo doenças cardiovasculares.

O óleo de coco também tem importante papel na diminuição da produção de radicais livres, propriedade que se deve a ação direta da vitamina E presente na composição. Por isso, ele retarda o envelhecimento. Outros benefícios do óleo de coco são melhorar o sistema imunológico, acelerar o metabolismo, regular o intestino e deixar o corpo cheio de energia.

Como consumir o óleo de coco?

Por ter um sabor agradável, muitas pessoas preferem consumir o óleo puro, mas ele pode ser usado como tempero para saladas ou misturado aos sucos e vitaminas. O óleo de coco pode ser submetido a altas temperaturas, mas para preservar suas propriedades nutricionais, é preferível usá-lo em preparações frias ou na finalização de pratos quentes.

O ideal é começar com meia colher de sopa e ir aumentando aos poucos até chegar a duas ou três colheres diárias. Mas nada de exageros na tentativa de potencializar os benefícios do óleo, já que o consumo excessivo pode provocar diarreia.

Já é possível encontrar também o óleo de coco em cápsulas, uma alternativa bem prática para incluir o produto na dieta, aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A indicação de consumo é de duas a quatro cápsulas por dia.

10 Dicas para Emagrecer | Shizen Produtos Naturais

10 dicas para emagrecer após o Réveillon

O que era um ato espontâneo, passa a ser pré-determinado. Explica-se: emagrecer requer horários para as refeições, não poderá mais ir correndo para a geladeira a qualquer momento só para satisfazer uma mera vontade. Alimentar-se é fonte de prazer, mas, primeiramente, fonte de energia e nutrientes para o organismo. Convenhamos, quando se fala em dieta ou disciplina alimentar quem é que não torce o nariz? Quem é que não acha que vai cair de pára-quedas em um campo de concentração, onde irá tocar a sirene da alimentação sem gosto?  

 Esqueça tudo isso! Alimentação sem sabor e altamente restrita significa caminho oposto do emagrecimento saudável. Isso mesmo. Antes de dar pulos de alegria é bom saber e ter certeza do que pretende para você. Não há fórmulas mágicas. Se quer uma receita para te ajudar a emagrecer, sem segredos, atividade física! Será bom estar mais disposto e, de quebra, queimar calorias e melhorar o condicionamento físico.

 Emagrecer lentamente é desestimulante, já que não vê os resultados rapidamente? E o que dizer das várias tentativas frustradas? Como se sente quando se recorda de tantos sacrifícios?

 Então, siga as 10 dicas para emagrecer de forma saudável duradoura.

 

1. Não tenha pressa. Se está acima do peso, pergunte-se há quanto tempo carrega esse excesso. Então, para que eliminar peso do dia para a noite? 

 2. Corrija gradativamente a sua atitude em relação aos alimentos.

 3. Não exclua de um dia para outro aquele alimento que só de pensar dá água na boa. Na verdade, nunca o exclua, mas saiba quando e quanto pode ingerí-lo.

 4. Controle a ansiedade. Encontre uma distração ou um hobby que faça com que a sua atenção desvie da comida.

 5. Estipule horários para as refeições.

 6. Deixe de comer aquele doce e substitua pela fruta da sua preferência.

 7. Beba muita, mas muuuuuita água.

 8. Deixe o seu prato colorido. Saladas e legumes devem estar presentes diariamente no almoço e jantar.

 9. Se alguém notar que está adotando novos hábitos e perguntar se está de “regime”, mande um audível “não”. Muitas pessoas adoram sabotar as boas intenções alheias.

 10. Confie em você! Tenha sempre uma atitude positiva. Estar determinada e confiante é mais do que meio caminho andado para atingir o seu objetivo. 

 

Fonte: MaisEquilibrio

Benefícios do Açúcar Mascavo | Shizen Produtos Naturais

Benefícios do Açúcar Mascavo

Parece que não adianta tentar fugir dele. Açúcar faz mal à saúde, mas é difícil imaginar a vida sem seu sabor. Aquele bolo gostoso no fim de semana, aquela sobremesa preferida e o contraponto perfeito para o amargo do café. A gente dá duro para evitar ao máximo e colocar o mínimo de colherinhas, mas quando sente o doce na boca, se rende exatamente ao grande problema do açúcar: ele vicia.

O ideal seria liberar o paladar dessa substância que pouco oferece ao organismo. Fruto de um intenso processo de transformação, ao açúcar pouco resta da sua rica origem – a cana. O doce que nosso corpo precisa está nos próprios alimentos, principalmente nos cereais integrais como o arroz ou tubérculos como a bata-doce e a beterraba.

Mas, às vezes, parece mais forte do que a gente e, de repente, só mesmo o doce do açúcar resolve. Nessas horas, é melhor ter à mão soluções menos prejudiciais e que oferecem algum tipo de benefício ao organismo. “O açúcar mascavo é semirefinado, ou seja, uma versão mais integral dos cristais de açúcar da cana e, por isso, preserva ainda vitaminas e minerais que no branco e no demerara já não existem mais”, afirma a nutricionista Priscila Lese.

Propriedades do açúcar mascavo

O açúcar mascavo é mais escuro, marrom ou dourado, exatamente porque ainda não perdeu o melaço da cana onde vivem quantidades significativas de cálcio, ferro, potássio e magnésio. “Quanto mais escuro o açúcar, mais vitaminas e minerais ele tem”, afirma Lese. Mas não se engane: ele continua sendo tão calórico e prejudicial quanto o branco e oferece as mesmas restrições de consumo aos diabéticos.

Ele também pode exigir um tempo até que nos acostumemos. Com mais personalidade do que a versão refinada, o açúcar mascavo tem gosto forte e interfere no sabor dos alimentos. “Mas o benefício principal da versão escura do açúcar faz valer a pena a troca”, garante a profissional. “Só o fato de ele não ter recebido o tratamento químico que os cristais branquinhos receberam já é motivo suficiente para investir na substituição”, garante a profissional. 

Segundo a nutricionista, os aditivos químicos presentes no açúcar branco são verdadeiros inimigos da boa saúde e deveriam ser evitados sempre que possível. “Adotar a estratégia de ter apenas açúcar mascavo em casa é uma excelente maneira de reeducar nosso paladar e, aos poucos, encontrar o doce natural dos alimentos”, conclui a nutricionista.

 

Fonte: BemLeve

Xilitol o grande aliado na higiene oral | Shizen Produtos Naturais

Xilitol – Um Grande Aliado na Higiene Oral

A luta contra as cáries

Apesar da melhora obtida na saúde dental com o uso do flúor, a incidência de cárie ocorre amplamente e ainda é causa de grande preocupação em vários países. A diminuição do consumo de açúcar e a utilização de outros meios práticos de higiene no combate aos efeitos prejudiciais, são as tentativas prioritárias no controle da incidência de cáries. Uma maneira de levar adiante estas prioridades é a substituição do consumo de confeitos com açúcar por outros que utilizem adoçantes seguros, ou seja, que não afetem a saúde dental. O XILITOL é particularmente recomendado para esta finalidade visto que , além de não ser fermentável, oferece benefícios à saúde dos dentes.

O que é Xilitol ?

É um adoçante natural, encontrado em plantas, frutas como uva e morango e em vegetais como alface, cebola e cenoura. É também produzido em pequena quantidade pelo corpo humano ( 5 a 15 g/dia). É tão doce quanto o açúcar pois possui a mesma capacidade adoçante, sem provocar cáries.

É produzido industrialmente a partir de fontes celulósicas como casca de árvores entre outros, obtendo-se como resultado um produto idêntico ao açúcar, porém, como é metabolizado independentemente da insulina, pode ser consumido sem restrições por diabéticos. Está disponível há mais de 20 anos no mercado da Europa e Escandinávia onde é empregado em uma variedade de produtos como alimentos, cosméticos e fármacos.

Trabalhando para inibir o crescimento de bactérias nocivas
Sua propriedade microbiológica o torna valioso como parte integrante de um programa de higiene oral.
O XILITOL é o único entre os demais adoçantes substitutos do açúcar que realmente inibe sozinho o crescimento de Streptococcus mutans, com isto reduzindo a susceptibilidade à cárie. Além disso, o uso contínuo de xilitol ajudará a seleção de formas menos virulentas e resultará em uma microflora oral menos agressiva. Estes estudos utilizaram produtos com xilitol em diversas formas como: confeitos, chicletes ou pastas de dentes e os usuários possuíam diferentes faixas etárias assim como experiências variadas com relação ao aparecimento de cáries. Em todos os casos foi observada a mesma tendência demonstrando que o xilitol reduz significativamente a incidência de cárie quando comparado ao grupo-controle que não recebeu xilitol.

Ajuda a controlar a placa

XILITOL reduz a quantidade de placa diminuindo a concentração de Strep. mutans e promove um balanço reduzindo a proporção de polissacarídeos insolúveis e aumentando a dos solúveis. Como resultado, ocorre uma placa menos aderente, de fácil remoção pela escovação habitual dos dentes.

Na higiene diária

O flúor inibe a desmineralização da superfície do dente e promove uma intensidade da remineralização. Estudos mostraram que a remineralização proveniente do xilitol possui magnitude semelhante à conferida pelo flúor, embora sob mecanismo de ação diferente. A combinação xilitol e flúor confere benefícios cumulativos. Por exemplo, a inclusão de xilitol em creme dental com flúor, após 3 anos de uso,, resulta em 12% de redução de aparecimento de cáries comparado com o uso de um creme dental somente com flúor. 

 

Outras particularidades

– Baseado em evidências clínicas, é recomendável o uso do xilitol em pacientes de todas as idades.

– O emprego do xilitol como substituto de açúcar em confeitos faz com que o sabor seja idêntico ao produto similar com açúcar, com a vantagem de conter 40% menos calorias.

– Ao se dissolver, o xilitol possui um “calor de dissolução” negativo o que significa que absorve calor, resultando em um efeito gelado, refrescante que é especialmente realçado em sabores de menta.

– É absolutamente adequado para consumo por pessoas diabéticas já que seu metabolismo é independente da insulina.

– Todos podem aproveitar das propriedades do xilitol já mencionadas acima. Porém, os indivíduos mais susceptíveis à formação de cáries serão particularmente beneficiados.

– A atenção foi especialmente voltada às crianças que consomem açúcar com mais freqüência.

– Novos grupos incluem pessoas com baixa produção de saliva e aquelas que desejam parar de fumar e que se vêm tentadas a consumir doces/balas como terapia de substituição do cigarro e também por quem está preocupado com o controle de peso, visto que é um excelente substituto do açúcar.

– Assim como todos os outros adoçantes, o xilitol pode provocar um efeito laxativo leve quando consumido acima de 25g / dia.

 

Fonte: Valda

 

 

 

Mel o aliado da perda de peso | Shizen Produtos Naturais

Mel, o aliado na perda de peso

O Mel contém nutrientes, tais como proteínas, água, energia, fibras, açúcares e várias vitaminas e minerais. Ele contém os minerais, tais como ferro, sódio, potássio, fósforo, zinco e cálcio. O mel é uma boa fonte de vitaminas que incluem folato, niacina, riboflavina, vitamina C e vitamina B-6. Leia Mais sobre os Benefícios do Mel na Perda de Peso.

Mel e Água Quente: Normalmente, a gordura permanece como um recurso não utilizado no corpo, a adição de grandes quantidades, acredita-se que o mel tem a capacidade de mobilizar esta gordura armazenada. Quando essa gordura é queimada para fornecer energia para suas atividades diárias, você vai ver uma diminuição gradual no peso e um alívio para os problemas de obesidade.

Mel também foi mostrado para aumentar positivamente os níveis de colesterol “bom” no corpo, e também reduz a tensão cardiovascular, o que significa que você pode levar uma vida mais ativa e saudável, que vai promover ainda mais seus programas na perda de peso. A pesquisa sugere que o consumo do mel (cerca de uma colher de sopa por dia), com uma quantidade igual de água quente pode estimular este processo benéfico.

Mel e suco de Limão: O mel também pode ajudar na perda de peso quando consumido com água quente e suco de limão. Muitas pessoas bebem esta fórmula como um começo para o seu dia como uma forma de estimular a perda de peso. O mel é embalado com 22 aminoácidos e uma série de vitaminas e minerais valiosos, muitos dos quais beneficiam o metabolismo do corpo. Ao regular a função do metabolismo, o alimento é utilizado adequadamente, a gordura é transformada em energia utilizável, e a saúde global é melhorada.

O sumo de limão é também carregado com vitamina C (também conhecida como ácido ascórbico ), que aumenta a função hepática e o metabolismo da gordura. Além disso, o sumo de limão aumenta a função da glutationa, que é um antioxidante importante para a desintoxicação e emagrecimento rápido.

 Mel e Canela: Outra receita popular combina canela com mel e água morna. Estudos sugerem que o uso da canela é benéfico para a perda de peso.

Misture uma colher de sopa de canela com uma colher de sopa de mel e uma xícara de água morna. Misture esses ingredientes e beba com o estômago vazio. Canela tem um efeito regulador sobre os níveis de açúcar no sangue e o metabolismo da glicose. Altos níveis de açúcar no sangue pode levar ao aumento de armazenamento de gordura no corpo, de modo a canela tem um impacto positivo sobre este aspecto na perda de peso. Combinado com o poder metabolismo do mel, esta mistura pode ser um poderoso impulso aos seus esforços na perda de peso.

Dieta de Hibernação: Com todas as novas dietas que surgem a cada ano, é difícil saber qual delas irá beneficiar o seu corpo e nos esforços na perda de peso. Um dos aspectos da dieta de hibernação para perder peso é consumir uma colher de mel antes de ir para a cama. Enquanto você dorme, o mel vai continuar estimulando a função do fígado , manter o seu metabolismo de queima de gordura, e facilitando a quantidade de hormônios do estresse que estão em seu sistema. Como o nome indica, ele ajuda a hibernação de uma forma saudável e relaxante!

Melhora a digestão: Mel também melhora a sua digestão, o que pode ajudar na redução do peso estático no seu sistema digestivo. Portanto, o mel pode ser consumido após o jantar, especialmente depois de comer uma grande refeição.

Bom substituto do Açúcar: O mel é um bom substituto do açúcar. Ele pode ser usado em diferentes bebidas, tais como chá, sumo de limão. Entre outros produtos alimentares, que pode ser usado em sobremesas, panquecas, em vez de açúcar. Pode-se adicionar mel em aveia, sanduíche na manteiga de amendoim, tem bom gosto e um menor risco no ganho de peso.

O seu programa de perda de peso deve se concentrar na redução da ingestão de calorias, em vez de parar a ingestão de calorias. Além disso, você também aumentar sua eliminação diária de calorias através de exercícios regulares.

 

Fonte: SaudeDica

Benefícios da Soja | Shizen Produtos Naturais

Os benefícios da Soja

Soja são leguminosas comestíveis, que são uma grande fonte de proteína. Ela fornecer uma grande quantidade de nutrientes e benefícios para a saúde. Além disso, As Sojas são usados ??em vários pratos como um molho ou ingrediente principal. Ela ainda é considerada uma importante fonte de proteína para vegans. Vamos dar uma olhada nos vários Benefícios Nutricionais da Soja.

Benefícios Nutricionais da Soja: A Soja é uma rica fonte de energia. O consumo de 100 gramas ela fornece cerca de 450 calorias. Além disso, O óleo de Soja contem uma grande quantidade de proteína. Ela também é uma excelente fonte de fibra dietética, Gorduras e vitaminas.

 A Soja Reduz o Colesterol e Melhora a Saúde do Coração: A Soja é bastante útil em reduzir a quantidade de “colesterol mau” ou seja o colesterol LDL do corpo. A proteína da Soja Mostrou-se ter efeito benefício na redução do colesterol. Elas também têm baixa quantidade de gordura trans e saturada, que faz com que seja realmente benéfico para pacientes cardíacos. A Soja também contém lecitina que atua como um impulsionante de gordura natural que reduz o acúmulo de triglicerídeos e colesterol LDL nas artérias sanguíneas. Além disso, A Soja aumenta o colesterol HDL ( BOM) no corpo.

A Soja também é rica em ácidos graxos poli-insaturados, como o ácido linolênico que ajudam no bom funcionamento dos músculos lisos e regula a pressão arterial.

Benefícios da Soja Para Diabetes: A Soja é útil contra diabetes tipo 2 (diabetes mais comum). Ela auxilia no aumento do metabolismo e da produção de insulina no fígado. A insulina ajuda na regulação da glicose no corpo. Equol e diadzein presente na Soja ajuda na sensibilização à insulina. Assim, a adição de Soja na dieta podem ser realmente útil para os pacientes diabéticos.

 Benefícios da Soja Para os Ossos: A Soja é uma rica fonte de Cálcio. Ela ajuda a fortalecer os ossos e aumenta a densidade óssea. As isoflavonas são encontrados em plantas como a Soja que aumenta a densidade do osso. Portanto, A Soja é bastante útil para mulheres que tem problemas com a osteoporose.

Benefícios da Soja Na Prevenção do Câncer: A Soja é uma fonte de ácido fítico que atua como um anti-oxidante que por sua vez, ajuda na luta contra o câncer. A Soja também contém sphingolipids que ajudam na prevenção do câncer de cólon. A Soja também é rica em fibras dietéticas que Mostrou-se ser benéfico para a digestão. portanto, com uma boa digestão e os movimentos dos intestinos estando em ótimas condições, a ocorrência de câncer de intestino é bastante reduzida. Além disso, Estudos realizados mostrou-se que a um composto na Soja, conhecido como peptídeos de proteína são úteis contra os câncer de cólon, fígado e de pulmão.

Soja Promove uma Digestão Saudável: A Soja é uma boa fonte de fibra dietética, portanto,tornando-se útil na digestão. Ela ajuda na prevenção de doenças e constipação diverticular.

 

Fonte: SaudeDica